terça-feira, novembro 26, 2013

Painel eletrônico de votações

Inauguramos o painel eletrônico de votações na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), a primeira da Casa a implantar a transparência nas atividades e de redução da utilização de papel.
 
 Foram instalados 60 leitores biométricos nos terminais de pauta eletrônica existentes na comissão desde 2011. Nesses terminais, os deputados poderão registrar o seu voto eletronicamente nas votações nominais, além de fazer o registro de presença. Esse último também poderá ser feito no terminal de parede, localizado à entrada do plenário.
 
As mudanças na CCJC representam a fase piloto de um projeto que vai abranger todas as comissões. A última etapa dessa primeira fase acontece no próximo ano, com a ativação do módulo de eleição da Mesa na Comissão. Ainda em 2014, serão instalados painéis com monitores LED, leitores biométricos e terminais de parede em todos os outros plenários. A ordem de instalação nas comissões não foi definida, mas algumas já estarão funcionando com o novo sistema no primeiro semestre.
 
O registro eletrônico de presença e votação proporciona informações em tempo real, que poderão ser visualizadas em diversos tipos de dispositivos. Além disso, por meio da automação das atividades envolvidas nesses processos, o novo sistema torna mais ágil os procedimentos e garante mais segurança e integridade às informações produzidas.
 
A verificação de quórum para a realização das reuniões, por exemplo, passa a ser automática, assim como a totalização de votos e a disponibilização do resultado de votação. A utilização de formulários em papel, para suporte aos processos de presença e votação, será reduzida, e as informações de frequência e de votação serão integradas ao sistema Sileg.
 
A iniciativa, que envolve ações do Centro de Informática (Cenin), do Departamento de Comissões (Decom), da Diretoria Legislativa (Dileg) e do Departamento Técnico (Detec), está alinhada com a Gestão Estratégica da Câmara no sentido de ampliar a transparência das atividades e de minimizar o uso de papel.
   Passamos, a partir de agora, a viver uma nova fase na CCJC. Como o primeiro catarinense a presidir esta importante comissão, tenho orgulho de presenciar e participar desse grande processo de inovação e aperfeiçoamento das nossas atividades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário